POESIA PALMERIANA

Los poetas somos como los leones, después de que nos disparen podemos lanzar nuestras garras. Página administrada por el poeta Ramón Palmeral, Alicante (España). Publicamos gratis portadas de los libros que nos envían. El mejor portal de poetas hispanoamericanos seleccionados. Ramón Palmeral poeta de Ciudad Real, nacido en Piedrabuena.
Contacto: ramon.palmeral@gmail.com

sábado, 20 de noviembre de 2010

Comes the account of the life

Comes the account of the life
no momento da ilusão, at the time of illusion,
mundo. world.
Sou desilusão no teu espelho, I am disappointed in your mirror,
o preço price
da percepção das realizações. the perception of achievements.
Vem comigo Come with me
pode ser grato can be grateful
no intervalo in the range
deitar throw
sem desespero without despair
anestesia geral general anesthesia
terror abortado aborted terror
e morto pagou dead and paid
quem viveu, who lived
porém feliz but happy
fez de tudo did everything
em labaredas in flames
de uma pequena chama. a small flame.
Satisfação Satisfaction
todas as formas irresistíveis, all forms irresistible
seduzíveis. seduzíveis.
Cardápios exóticos Exotic menus
e não foi ao céu and did not go to heaven
andou na terra walked the earth
navegou no oceano de todas as cores sailed the ocean in all colors
eo mar levou... and the sea took ...
o corpo tão longe da espanhola amada the body as far from the beloved Spanish
de vida amarga sabor do café puro life bitter taste of black coffee
num dia partido com sentimento querido. day party with a feeling dear.

Aharon Aharon